Critica: “Vai Malandra” é a jogada mais fraca do CheckMate de Anitta

É claro que o fandom de Anitta pode não gostar deste texto, e é óbvio que os números no YouTube vão na contramão do que vou dizer, mas o tão aguardado “Vai Malandra” ficou abaixo do esperado. Com teaser muito visualizado, fotos (algumas vazadas) e divulgação pesada, o single com clipe gravado no Vidigal reaproximou a cantora do ritmo que a projetou, mas a distanciou da pegada que estava alavancando sua popularidade.

Justamente esta popularidade é o que a permite extravasar neste momento, e acaba gerando um efeito “Toque de Midas”. Pelo menos é o que apontam os números: mais de nove milhões de visualizações do clipe em menos de 12 horas. Aqueles mais severos diriam que estes números estão ligados diretamente à “abundância”, como diria Compadre Washington. Musicalmente, é só mais um daqueles funks que vão tocar em carros rebaixados, na frente de postos de combustíveis, em aparelhos de som mal equalizados.

É hipérbole, eu sei, mas apenas pelo “Toque de Midas”. Não fosse isso, o cenário seria exatamente este. Por ser de Anitta, o single pode acabar virando hit. Talvez não seja a intenção dela, seja apenas uma música feita para se divertir depois de uma estressante rotina em uma busca – bem sucedida – por reconhecimento internacional.

O clipe, em si, merece um destaque positivo por fugir do “padrão KondZilla”, que coloca garotos em grandes mansões e com carros que dificilmente estarão na garagem deles. Anitta vai por outro lado, é a bem sucedida que filmou na comunidade, e mostra o chamado baile de favela como ele é realmente, sem ostentação e com “gente de verdade”. Apenas o take em 0:44 ficou um pouco bizarro, parecendo que o rosto de Anitta foi grosseiramente aplicado após filmagens com uma dublê de corpo – o que não aconteceu, vale salientar.

Quem provavelmente vai aproveitar a exposição é MC Zaac, principal parceiro na música, que ainda conta com a participação de Maejor, Tropkillaz e DJ Yuri Martins. Zaac despontou nacionalmente com “Vai Embrazando”, que inclusive é musicalmente mais bem acabada que o recém lançado trabalho com Anitta.

 

Por Wyllian Soppa

 

Confira o clipe de “Vai Malandra”, de Anitta:

Nego do Borel, na busca da internacionalização, chega ao Top 30 Global do Spotify

Dois dos maiores nomes da música latina atualmente são Maluma e J Balvin. Com isso, a presença deles em uma parceria é capaz de impulsionar uma música em rankings mundiais. Quem está curtindo este efeito é Nego do Borel, que gravou com Maluma um remix de “Você Partiu Meu Coração”, originalmente feita em parceria com Anitta e Wesley Safadão.

“Corazón” foi lançada em 3 de novembro, estreando no Top 50 Global do Spotify. De lá para cá, o sucesso só aumenta, e Nego do Borel, terceiro brasileiro a ficar entre as 50 melhores, já está no Top 30, ocupando a 29ª posição e ultrapassando o hit “Downtown”, de Anitta e J Balvin, que ocupam o 34º lugar.

 

Confira o clipe de “Corazón”, parceria de Nego do Borel com Maluma:

Ano movimentado de David Guetta termina com novo clipe para “Dirty Sexy Money”

David Guetta acaba de lançar o clipe de “Dirty Sexy Money”, single que foi ao ar em 3 de novembro, e tem participação de Charli XCX, French Montana e Afrojack. Esta é a terceira grande produção de Guetta em 2017. As anteriores foram “Light My Body Up”, com participação de Nicki Minaj e Lil Wayne, e “2U”, com Justin Bieber.

Em entrevista recente, Guetta comentou sobre “Dirty Sexy Money” e o trabalho com Charli XCX. Ele disse amar o trabalho da cantora, a quem considera “super talentosa e uma pessoa que trabalha duro mesmo”. O clipe da canção mostra muita ostentação e excentricidade.

 

Confira o clipe de “Dirty Sexy Money”, single de David Guetta com Charli XCX, French Montana e Afrojack.

https://youtu.be/AenmqoozqoA

Camila Cabello e Grey cantam juntas em música feita para filme de Will Smith

A Atlantic Records disponibilizou, nesta quinta-feira, a música “Crown”, de Camila Cabello com parceria de Grey. Ela é parte da track list do filme “Bright”, que tem como estrela o ator Will Smith e será lançado no próximo dia 22. O longa metragem também conta com Joel Edgerton (de “Êxodo: Deuses e Reis) e Noome Rapace (de “Alien: Covenant).

A trama se passa em um mundo onde humanos e criaturas místicas convivem. Scott Ward (Will Smith) é um policial racista obrigado a trabalhar ao lado de Nick Jakoby (Joel Edgerton), um Orc, para encontrar uma arma muito perigosa. A produção fica por conta da Netflix.

 

Confira “Crown”, nova música de Camila Cabello com participação de Grey:

Grupo Major Lazer, de Diplo, lança clipe para “Buscando Huellas”, com J Balvin e Sean Paul

Quando se fala de música eletrônica e parcerias com artistas pop, sem sombra de dúvidas você lembra do Major Lazer. O trio formado por Diplo, Jillionaire e Walshy Fire tem feito sequenciais hits, e conquista cada vez mais fãs. A novidade do grupo é o clipe de “Buscando Huellas”, gravado com J Balvin e Sean Paul.

Eles já haviam produzido vídeos para “Know No Better” (ft. Travis Scott, Quavo e Camila Cabello) e “Sua Cara” (ft. Anitta e Pabllo Vittar). O EP do Major Lazer, além de ter grande qualidade de produção, mostra um valor cultural muito alto, tendo músicas que envolvem diversas culturas e idiomas.

 

Confira o clipe de “Buscando Huellas”, do Major Lazer com J Balvin e Sean Paul:

Publicações especializadas são unânimes: “DAMN” é o melhor disco lançado em 2017

O disco “DAMN”, de Kendrick Lamar, já era tido como uma obra prima de 2017 até mesmo antes do seu lançamento. No final do ano, as expectativas se confirmam. Após o site Pitchfork, e as revistas Q e Rolling Stone, agora a Billboard também elegeu o álbum como o melhor do ano.

A revista da principal parada musical do mundo ainda listou outros álbuns também apontados nos outros veículos entre os destaques do ano, como SZA e Lorde. P!nk, Taylor Swift e Calvin Harris também receberam destaque na publicação.

O que mais chama atenção nestas listas, no entanto, é que o álbum “÷”, de Ed Sheeran, que foi sucesso de vendas e teve diversos singles entre os mais tocados mundo afora, apareceu apenas na revista Billboard neste tipo de ranking, e ficou apenas na 260ª colocação.

 

 

Confira abaixo os 10 melhores álbuns de 2017 segundo a Billboard:

01 – Kendrick Lamar – “DAMN.”

02 – SZA – “Ctrl”

03 – Lorde – “Melodrama”

04 – JAY-Z “4:44”

05 – Khalid – “American Teen”

06 – Taylor Swift – “Reputation”

07 – Calvin Harris – “Funk Wav Bounces Vol. 1”

08 – Migos – “Culture”

09 – Sampha – “Process”

10 – Harry Styles – “Harry Styles”

Anitta volta às raízes do funk e da comunidade em clipe do novo single “Vai Malandra”

Foi divulgada terça-feira a arte da capa de “Vai Malandra”, novo single de Anitta, que também faz parte do projeto “CheckMate”. A música deve ser lançada ainda este mês, e fecha este ciclo de trabalho da cantora. Pelas imagens já divulgadas (algumas vazadas), percebe-se que o clipe será ousado e sensual.

Na arte divulgada, Anitta aparece em trajes de banho, posando com a comunidade do Vidigal como plano de fundo. O novo single, com clipe gravado no local, conta com a participação de Mc Zaac, Maejor, DJ Yuri Martins e Tropkillaz.

Após hiato de três anos, Lilly Allen lança “Trigger Bang”, single com participação de Giggs

Promessa é dívida, ainda mais quando feita nas redes sociais, abertamente, ao seu fandom. Lilly Allen levou a sério a promessa feita no Twitter e revelou seu novo single nesta terça-feira. Trata-se de “Trigger Bang”, gravada em parceria com o rapper Giggs. A música havia vazado na web há alguns dias, e é a primeira de Lilly Allen após três anos.

 

Confira “Trigger Bang”, single de Lilly Allen com parceria de Giggs:

Mãe de Justin Bieber elogia Selena Gomez e diz apoiar o filho em seu relacionamento

Pelo visto, Selena Gomez não terá que se preocupar com sua relação com a sogra. Pattie Mallete, mãe, produtora e empresária de Justin Biebber, aprovou o retorno do relacionamento entre os jovens artistas. Segundo ela, Sel “é preciosa”, e se Justin a ama, então ela também ama.

Despistando sobre perguntas mais profundas acerca da relação dos dois, Pattie afirmou que não sabe muito sobre como eles estão sentimentalmente até pelo fato de Justin não se abrir muito, mas garantiu que o apoia em qualquer coisa.

Terceira versão de “Perfect” contará com a participação de tenor italiano Andrea Bocelli

Ed Sheeran tem realmente se esforçado para que “Perfect” tenha um desempenho de “Despacito”, como havia prometido. Para isso, além da versão em dueto com Beyoncé, o cantor agora deve lançar uma versão com a participação de Andrea Bocelli. A versão com Queen B já está destronando outros hits. Post Malone caiu na parada norte-americana, e Camila Cabello perdeu o topo da parada britânica.

O novo remix, segundo o próprio Ed, vai seguir a mesma estrutura da música gravada com a americana, com o tenor italiano cantando em segundo verso. “É apenas um pequeno presente para o Natal, é um vídeo realmente lindo”, segundo Sheeran.